ZUZU FONTES

PLUS SIZE MODEL

sexta-feira, 24 de agosto de 2007


HOMENS NA PRATELEIRA


Ah, o amor!
Gente vamos falar de amor?Ou de homens? Pra mim são coisas distintíssimas.
Eu tenho um amigo no Rio, o João Victorio, meio maluco, que me diz que o amor não existe. O que existe é apenas uma admiração entre as pessoas. Se você ama o que a pessoa tem, ou faz, seja o corpo, a profissão, o bolso, ou a cultura, certamente dará certo. Penso, no entanto que o amor é uma troca eterna. Lembro-me do homem das cavernas, e reflito se suas mulheres gostavam deles pelos músculos que proporcionavam trazer para casa ótimas refeições de caça. E isso não mudou muito. ainda somos carnívoras. E se for humana, masculina e crua, hum, que delicia!
Enquanto tiver troca, tem amor, quando acabar... Sei não. Os homens estão na moda, e nunca saíram dela, vamos combinar?Falar vamos combinar também esta na moda, então vamosimborala!
Ultimamente pra mim o peso dos paezinhos não tem importado muito, mas deveria, não é? Pra mim pães são montes de Rodrigo Santoro juntos, se vierem num cesto e pela manhã, melhor, evita até de ter que sair de casa. Um mimo.
Antes e melhor seria se tivessem em prateleiras, davam menos trabalho.
Imagine!Quanta facilidade e menos divórcio , todos com direito a rótulos .
Em um rótulo: especial para carentes! No outro, especial para moderninhas ( este aceita casamento aberto) E em outro... tipo GLS. (aceita tudo,) homens para católicas(aquele que a mamãe quer me dar ), pras antiquadas(vão para cama de óculos, meias,livros,e gorro.)Especialíssimo (faz serviços domésticos)Para loiras(homem que não faças pergunta alguma), morenas, gordinhas (não se importa se você é a mais cotada para garota PIRELLI) tem pra tudo! Pra todo tipo. Na faixa de 20 anos, para mais de 40 anos, mulheres na faixa dos 50, na Faixa de Gaza...
Já pensaram nisso?
O nosso maior objeto de consumo: escolha.
- com ou sem cartão de credito Que venha com um carro importado?Que saiba dirigir ou pilotar?Com PHD? Aqui tem,... Mas acabou. Conhece o “tem, mas acabou? poize”!Temos que pedir la em são Paulo, aqui acabaram todos. só vieram dois, que ótimo seria.
Por favor, me vê aquele que o pai e embaixador, ou aquele que e um ator Global?Tem aquelas prateleiras de analfas, mas essa aqui é mais visitada porque e só de engenheiros e políticos. Políticos estão em voga? Um, vamos ver... Tem aquele freezer com náuticos, surfistas, mergulhadores, marinheiros e vendedores de picolé. Aquela prateleira la em cima só tem lunáticos, quase não saem... Já essa aqui na base, tem encanadores, pedreiros, carpinteiros e mestre de obras. Todos bem acessíveis e perto nos analfas. Aquela perto do caixa e só de contadores e economistas. Os advogados, juizes e desembargadores, não aceitamos devoluções, assim como a de políticos: levou, tem que ficar!
Todos aqui vem com bula da maternidade, junto com o manual de instruções, alguns tem que agitar antes de usar. Não esqueça! Não vem, todavia, com prazo de garantia. que chato!
Sexo garantido ou seu dinheiro de volta! Garantia de fidelidade eterna é condição sinequanon. Mas estes já acabaram. Não se fabricam mais. Os bons de baladas e para zoar por aí a lá Stephanie de Mônaco ou aqueles ótimos para consertos domésticos. Os bons para conversar ou os bons de papo, que não quer dizer a mesma coisa. Se vier com adição, melhor. Dupla formula. Tanto de bíceps, PHD em Haward, e com pedigree.
Como a observar uma luxuosa vitrine, estaríamos la, repleta de desejos e cobiça puríssima, pecando à beça. E, se ao acaso a amiga perguntar, aquele de ontem ultimo tipo é seu ou pegou emprestado? Tem pra vender? Onde comprou? Apenas sorria...
Ah, esses maravilhosos homens, o que não faremos por eles?