ZUZU FONTES

PLUS SIZE MODEL

quinta-feira, 9 de agosto de 2007

A UNICA PESSOA QUE PODE TE APRISIONAR É VOCE.


DESCOBRINDO VALORES
Uma amiga, de não muito distante, ao ficar doente de doença hereditária chamada síndrome bipolar do humor, foi abandonada pela família. Não sabia ao certo no inicio o porquê do abandono. Estava doente demais para pensar. No inicio, pensaram por ela. Resolveram a sua aposentadoria, e a não visitavam mais, dizendo que esta passava por situações vexatórias, incomodando demais aos familiares. Ficou triste ao ver um dos irmãos escondido atrás da porta de casa, mandando dizer que não estava negando-lhe socorro. Estava indo para um hospital, guiado por uma transeunte, uma alma generosa. Passava mal inúmeras vezes. Os vizinhos chamavam irmãos para acudir, mas eles estavam muito ocupados com as plantações de café, as reuniões de trabalho, e os filhos. Estava em um mundo a parte. E iam a igreja todo domingo. Doente e cansada, resolveu mudar de cidade e de vida. Pensou:- não estou feliz, tenho que reinventar minha vida. Isso, sim, depende de mim.
Certa vez, sem a posse de sua aposentadoria, que estava com a irmã, essa pessoa passou fome. E, já com problemas de saúde, entrou em desespero. Foi reclamar ação social da cidade e numa delegacia. Ao informar ao delegado que seu irmão era juiz, viu-o ser contatado ao telefone. O irmão, a quarenta minutos de carro, muito novo e importado, dali, disse ao delegado para deixá-la ali mesmo, pois era louca. O delegado era maçom. E o irmão desta moça também. E, assim foi feito. Esquecida. Procurou também a maçonaria local e nada foi feito.entrou em contato ate com o grão-mestre, na capital. Depois de esperar muito pelo nada, sofreu e voltou a sua casa. Pensava que não tinha mais família, e que precisava arranjar-se do seu modo.Família que não pensava nela. Ficou triste ao ser informada por terceiros que um dos sobrinhos havia se formado e já trabalhava como dentista, em um consultório de uma amiga. perguntaram-lhe : Sabia, não? Não, não sabia... E chorou.
Começou então a pensar: Resolveu agir. Tirou a aposentadoria que um dos irmãos recebia em seu nome, e passou para alguém próximo. De confiança. Não mais passou fome. Tentou ajudar a comunidade onde vivia. Mesmo dando cursos de artesanatos de graça a carentes, não obteve apoio nem da sua igreja, nem da prefeitura local. Comunidade da qual ela se propunha ajudar não deu valor algum. Tinha la um edil, que queria que os cursos que ela ministrava, passasse para a sua casa, e copiou sua idéia·A sua idéia. Mas não seu ideal. Muito católica essa pessoa, mas nada católica era a igreja católica a qual ela freqüentava. Ficou triste. Vivia triste. Abandonou a idéia. Não foi mais a igreja. Espera até hoje a resposta de um padre, que afirmou que a ´Caritas do Brasil´, estava entrando na diocese, e ai, sim, poderia ajuda-la no seu projeto. Ensinou artesanato ao seu amado e viviam. Simplesmente o hoje. Mal sabia que ninguém vive o amanhã. Recebeu ajuda do céu, um anjo ajudou-a na reforma de sua casa. a irmã que não tivera, que nunca tivera. Lembrou que ouvira no natal, que a irmã tinha tirado do sustento das filhas a caixa de bombons que a presenteara no natal, e que não havia sido incluída na festa da família que há 40 anos freqüentara, chovia, andou pelas ruas da cidade, pensando que nada podia ser pior, lembrando do celular novo que a sobrinha ganhara, e do alisamento japonês, feito em outra cidade, pela mesma irmã.
Arranjou um namorado, totalmente inculto, logo ela que a mãe havia sido a primeira pessoa no estado a ter mestrado em educação! Mas pra que serviria cultura, se os graduados lhe viraram as costas? Pensou em cultivar o amor. Pensou, mesmo assim, nos parentes cultos, amigos que se vestiam com Rauph Laurem, e amigas com perfumes Paloma Picasso E bolsa VITTON.
. O que iam pensar... Sorriu. Montou seu pequeno e próprio negocio de artesanatos.Ela já havia sido empresária. Começou então a aprender. Aprendeu muitas coisas: Aprendeu a amar cães. E a ver melhor os animais. Aprendeu que cães têm sentimentos. Aprendeu a olhar as cores de borboletas e coloca-las em suas pinturas.
Aprendeu que aquele amigo que você tanto ajudou vai lhe virou as costas por causa de um bolo de aniversario surpresa. Virar as costas por causa de... Dinheiro.
Aprendeu que de onde nada se espera, saem verdadeiros amigos.
Aprendeu que sua capacidade era limitada por Deus e não pelos homens.
Aprendeu que amar independe de grau de instrução.
Aprendeu que oportunidades podem ser nos dada por pessoas ilustremente desconhecidas. E a fazer de oportunidades, sucesso!Aprendeu que ao revés do dicionário, sucesso vem precedido de inveja. Aprendeu que inveja lhe fazia muito mal, concluindo que a distancia, era a melhor opção.Aprendeu que nada aprendera com boates badaladas e bares da moda, a não ser uma dancinha ou outra. E que ao final sempre dançava. Aprendeu que geralmente as pessoas têm vergonha de seus familiares gordos, doentes mentais, alcoólatras, drogados ou pobres, privando-lhes do convívio.e, que a melhor cura para os mesmos, era o próprio convívio social.Aprendeu o que é ser deixada na estante, numa gaveta desarrumada de uma estante. Escondida atrás do álbum antigo e mofado de fotos. aprendeu que aquela pessoa que ela pensava amar, se esquivava de fotos junto dela, pelos quilos a mais adquiridos na doença.aprendeu também que se o seu corpo não cabe na cabeça desta pessoa, a cabeça desta pessoa não cabe em sua cabeça.certificou-se com o ressentimento de amigos. , que não a procuravam mais, e que diziam: por que não estou afim. aprendeu que estes amigos guardavam rancores.
Aprendeu que seus amigos se foram quando mais precisava deles, que não sabia mais datas de aniversários, e, que aquela pessoa que admirava, apesar de ter feito uma linda festa em seu sitio, não a convidara. Aprendeu que as crianças são inocentes e perguntam... Por que não veio no meu aniversario? Sentiu que a exclusão era dos pais e não das crianças. Aprendeu que crianças gostam de qualquer coisa, se não forem induzidas. E, mesmo assim, aprendeu a presentear. E que ate do telefone dela, todos esqueceram. Aprendeu que aniversários eram todos os dias de uma vida. Aprendeu que fofocas ajudaram a levar estes amigos e orou a Deus que eles ficassem longe.Aprendeu que sorte e dinheiro devem ser íntimos.Aprendeu que saúde mental se deve curar com amigos.Aprendeu que quem não conhece JESUS, tem vergonha de um adesivo falando dEle no carro, e também da Bíblia na mão.Aprendeu a ver o nascer do sol e da lua vez em sempre.Aprendeu que se aprende a ser feliz, e que mesmo sem os outros,sem família, e apesar deles.Aprendeu a doar as roupas que não usava mais, e que isso a fazia feliz.Aprendeu mais agoras, que depois, mais antes que mais tarde, mas sim do que talvez, mas depressa que muito lento , mais otimismo que vaidade, mas coerência a intempéries!Aprendeu a ser humilde, apesar de tão humilhada.
Aprendeu que, estava começando, e aprendendo a aprender.
Começou então, a TENTAR ser feliz.
Beijos na alma!


Certo de que alguns destes itens lhe parecem de identidade própria, são de minha identidade. Ofereço a você, leitor, o beijo da semana. A você que nunca me viu, e sempre me lê, uma isca de minha estória.