ZUZU FONTES

PLUS SIZE MODEL

terça-feira, 15 de abril de 2008

DENGUE-VOCÊ VAI FICAR AÍ COMENDO MOSCAS ?


Desde 2007 a cidade de Piracicaba (SP) , tem conhecimento da solução para eliminar as larvas do Aedes Aegypit, transmissor da dengue que tem causado milhares de infecções e dezenas de mortes no Rio de Janeiro.Nos testes feitos no Centro de Controle de Zoonoses, na EscolaSuperior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq da USP), na Carnevalli Biotecnologia e na Escola de Engenharia de Piracicaba foi constatado que basta a adição de 5% de vinagre no recipiente com água para que as larvas sejam eliminadas.Em 2007 a cidade teve o registro de apenas 07 (sete) casos de dengue,todos vindo de outras cidades e estados. Que o exemplo de Piracicabae a aplicação da descoberta da ESALQ DA USP possa servir de exemplo para muitas outras cidades que gastam milhares de reais com equipamentos e mão-de-obra usados nos `fumacês' que dizimam as larvas.Ajude a divulgar essa solução tão eficiente e econômica.Vinagre é arma eficaz contra a dengue Por Rogério Verzignasse*Ácido acético diluído em água elimina as larvas do Aedes. Oprosaicovinagre, usado na culinária de todos os lares brasileiros, despontacomo um inimigo definitivo do Aedes aegypti, transmissor da dengue.Desde 2003, o engenheiro agrônomo Reinado José Rodella coordenou,emPiracicaba, uma série de pesquisas usando o condimento diluído na água contaminada com larvas do mosquito. O resultado foi impressionante. Confirmou-se, nos laboratórios, que o ácido acéticopresente no vinagre eliminou todas as larvas das amostras analisadas.Gasta-se muito com equipamentos e mão-de-obra usados nos `fumacês'que dizimam as larvas. "Bastaria que todos os brasileiros fossemorientados a usar o vinagre, um produto comum e sem qualquer contra-indicação", afirma Rodella. Nos testes feitos no Centro de Controlede Zoonoses, na Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz(Esalq), na Carnevalli Biotecnologia e na Escola de Engenharia de Piracicaba foi constatado que basta a adição de 5% de vinagre no recipiente com água para que as larvas sejam eliminadas.