ZUZU FONTES

PLUS SIZE MODEL

quinta-feira, 14 de maio de 2009

CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM - ES - BRASIL










Música: EMOÇÕES
Composição: Roberto Carlos e Erasmo Carlos


"Quando eu estou aqui,
Eu vivo esse momento lindo
Olhando pra você
E as mesmas emoções
Sentindo...
São tantas já vividas
São momentos
Que eu não me esqueci"




CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM NÃO É MAIS A "CAPITAL SECRETA DO MUNDO"
Dizem que a frase foi inventada pelo poeta Vinícius de Moraes para brincar com o amigo e poeta Rubem Braga.
Cachoeiro de Itapemirim foi revelada para o mundo através de vários de seus filhos ilustres e famosos.
Neste domingo, dia 19 de abril de 2009, o cantor Roberto Carlos fará um mega show em sua terra natal, Cachoeiro de Itapemirim, festejando seu aniversário e iniciando as comemorações dos 50 Anos de Carreira.


Rubem Braga - Natural: CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM - ES



"Sempre tenho confiança de que não serei maltratado na
porta do céu, e mesmo que São Pedro tenha ordem
para não me deixar entrar, ele ficará indeciso
quando eu lhe disser em voz baixa:
"Eu sou lá de Cachoeiro..."

ROBERTO CARLOS - Natural: CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM - ES
"COMO É GRANDE O NOSSO AMOR POR VOCÊ"




Música: Meu Pequeno Cachoeiro
Cantor: Roberto Carlos
Composição: Raul Sampaio
Raul Sampaio - Natural: CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM - ES

Eu passo a vida recordando
de tudo quanto aí deixei
Cachoeiro, Cachoeiro
vim ao Rio de Janeiro
p'ra voltar e não voltei!

Mas te confesso na saudade
as dores que arranjei pra mim
pois todo o pranto destas mágoas
ainda irei juntar nas águas
do teu Itapemirim

Meu pequeno Cachoeiro
vivo só pensando em ti
ai que saudade dessas terras
entre as serras
doce Terra onde eu nascí!

Meu pequeno Cachoeiro
vivo só pensando em ti
ai que saudade dessas terras
entre as serras
doce Terra onde eu nascí!

Recordo a casa onde eu morava
o muro alto, o laranjal
meu flamboyant na primavera
que bonito que ele era
dando sombra no quintal

A minha escola, a minha rua
os meus primeiros madrigais
ai como o pensamento voa
ao lembrar a Terra boa
coisas que não voltam mais!

Meu pequeno Cachoeiro
vivo só pensando em ti
ai que saudade dessas terras
entre as serras
doce Terra onde eu nascí

(Falando)
- Sabe meu Cachoeiro,
eu trouxe muita coisa de você
e todas essas coisas me fizeram saber crescer
e hoje eu me lembro de você,
me lembro e me sinto criança outra vez!

(Cantado, novamente)

Meu pequeno Cachoeiro
vivo só pensando em ti
ai que saudade dessas terras
entre as serras
doce Terra onde eu nascí!!!


Dora Vivacqua - a LUZ DEL FUEGO - Natural: CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM - ES
"Uma LUZ que nunca se apaga"

Dora Vivacqua - uma mulher que viveu à frente de seu tempo: polêmica - exótica - sexy - determinada, é a madrinha do Naturismo brasileiro, com mais de um milhão de adeptos em todo o Brasil.

Carlos Imperial - Natural: CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM - ES

Música: A Praça
Composição: Carlos Imperial

Hoje eu acordei com saudades de você
Beijei aquela foto que você me ofertou
Sentei naquele banco da pracinha só porque
Foi lá que começou o nosso amor
Senti que os passarinhos todos me reconheceram
E eles entenderam toda a minha solidão
Ficaram tão tristonhos e até emudeceram
E então eu fiz esta canção

A mesma praça, o mesmo banco, as mesmas flores e o mesmo jardim
Tudo é igual, mas estou triste, porque não tenho você perto de mim

Beijei aquela arvore tão linda onde eu,
Com o meu canivete um coração desenhei
Escrevi no coração o meu nome junto ao seu
Ser seu grande amor então jurei
O guarda ainda é o mesmo que um dia me pegou
Roubando uma rosa amarela prá você
Ainda tem balanço tem gangorra meu amor
Crianças que não param de correr

A mesma praça, o mesmo banco, as mesmas flores e o mesmo jardim
Tudo é igual, mas estou triste, porque não tenho você perto de mim

Aquele bom velhinho pipoqueiro foi quem viu
Quando envergonhado de namoro eu lhe falei
Ainda é o mesmo sorveteiro que assistiu
Ao primeiro beijo que eu lhe dei
A gente vai crescendo, vai crescendo e o tempo passa
Nunca esquece a felicidade que encontrou
Sempre eu vou me lembrar do nosso banco lá da praça
Onde começou o nosso amor

A mesma praça, o mesmo banco, as mesmas flores e o mesmo jardim
Tudo é igual, mas estou triste, porque não tenho você perto de mim

Sérgio Sampaio - Natural: CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM - ES


Música: Eu quero é botar meu bloco na rua
Composição : Sérgio Sampaio
Há quem diga que eu dormi de touca
Que eu perdi a boca, que eu fugi da briga
Que eu caí do galho e que não vi saída
Que eu morri de medo quando o pau quebrou

Há quem diga que eu não sei de nada
Que eu não sou de nada e não peço desculpas
Que eu não tenho culpa, mas que eu dei bobeira
E que Durango Kid quase me pegou

Eu, por mim, queria isso e aquilo
Um quilo mais daquilo, um grilo menos disso
É disso que eu preciso ou não é nada disso
Eu quero todo mundo nesse carnaval...

Eu quero é botar meu bloco na rua
Brincar, botar pra gemer
Eu quero é botar meu bloco na rua
Gingar, pra dar e vender

Jece Valadão - adotou Cachoeiro de Itapemirim como sua terra, onde escolheu passar a eternidade.


Newton Braga - Natural: CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM - ES

O Hino Marataízes com a letra de Newton Braga tem a música de sua autoria, e é uma belíssima canção -
"Amor é uma praia assim
É ter alguém
Ter você para mim
E ao luar como é como é bom viver
Sempre a sonhar com o seu bem querer
Marataíses, linda praia encantada
A ti eu devo este homem amado
Marataíses, tu és felicidade
Para quem amou
Será sempre saudade
Lá rá lá rá lá lá...."