ZUZU FONTES

PLUS SIZE MODEL

quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

Olhando o molhador de grama circulando no jardim direto de minha janela lateral do quarto do PC, penso em quantas flores reguei este ano em minha vida,e nos passados anos.


Pensei quantas floresceram, deram mudas,exalaram perfumes. Penso também em quantas matei ou não deixei vingar. Este punhado de ramalhetes espalhados por aí são meus amigos, com sua imensidade de credos , crenças e flores,biótipos e amores, singelezas e particularidades.

Penso naquelas amizades que nada fiz, para brotar: vieram ao vento enfeitar o lindo jardim da minha vida, perfumar minha existência!

Penso naquelas que deram trabalho pra serem fecundas, que tiveram que ser regadas diariamente com palavras de fé, encorajamento ou de carinho pois final de ano, nos leva a nostalgia e a lembranças de pitorescos fatos e grandiosidade de almas.

Penso nos de longe, os que nunca vejo e sempre sinto saudades, que são como sementes envelopadas:ainda faremos enormes e floridos jardins!

Penso nas podas antes do tempo, nos cortes muitas vezes doloridos, nas faltas , faltou água, fonte de vida , nestes relacionamentos. Penso também nos que não me regaram ou me extirparam como espinhos, doloridos ficaram em minha mente, alguns me fazem falta danada...

Mas, sobretudo me vêem estes que nunca vi, na internet.... Que me acompanham mundo afora, me admiram sem nunca ter visto a minha fuça...e com carinho... Quantos canteiros ainda a juntar? Quantos ainda a florir?E a semente plantada vida afora sentimentos adentra?

Me reguem ou não, mas em mente sempre tenham-me como uma flor, que não seja de cactus, mas se assim ainda o for, que venha a sua lembrança, porque as melhores flores nao souberam cabular o tempo nas páginas dos livros e ficaram na lembrança.Pois estas, as flores da lembrança são as que mais sorrrisos me trouxeram aos lábios e lágrimas nos olhos,sao as que mais felicidades me deram.

A você amigo, não importando o ramo, a cor, o bouquet ou o espinho, as podas, digo:terei sempre sede de ti!Pode chegar, me afagar sem demora em suas saudades, pois eu sou uma maria-sem-vergonha, sequiosa de água, ansiando ser regada por vocês amigos de todo mundo...

Fim de ano, inicio de novas amizades, girassóis de amigos , buscando serem regados ou de um pouco de luz para clorofilar a vida, fazendo um arco-íris transladando o céu todo!Penso em que seria de mim sem eles, e principalmente sem o MEU DEUS, meu melhor e maior amigo
 
 
foto: Peterson Dias por Gabi Moreli