ZUZU FONTES

PLUS SIZE MODEL

quarta-feira, 24 de março de 2010

CLINICA SANTA ISABEL



Imprimir E-mail
CRP-16 encabeça trabalhos para mudar realidade dos atendidos pelo SUS na Clínica Santa Isabel, onde há apenas uma psicóloga atuando
O Conselho Regional de Psicologia da 16ª Região/ES (CRP-16), juntamente com os conselhos de Medicina, de Enfermagem, de Fisioterapia e de Nutrição, além de dois representantes do Ministério Público do Espírito Santo (MPES), realizou uma vistoria em um hospital psiquiátrico em Cachoeiro de Itapemirim, Sul do Estado, no mês de dezembro de 2009.
Várias irregularidades foram encontradas na Clínica de Repouso Santa Isabel, que recebe repasse do SUS para tratar de mais de 460 pacientes portadores de transtornos mentais graves e dependentes químicos. O MPES já recebeu um relatório com as denúncias que apontam, entre outras questões de saúde, para abordagens que vão de encontro ao que preconiza a Reforma Psiquiátrica Brasileira.
De acordo com a conselheira do CRP-16 Jamily Fehlberg, que tem experiência na área de internação psiquiátrica, e que acompanhou a vistoria conjuntamente à técnica de Orientação e Fiscalização do Conselho, Martha Ferraz, a clínica apresenta problemas na sua estrutura, de recursos humanos, sem falar na insalubridade do local. “Foram detectadas péssimas condições estruturais, um ambiente insalubre e com parcas condições de higiene pessoal”, revelou. A conselheira ainda mostrou a carência por profissionais, sobretudo da Psicologia.
“Na realidade há muito poucos profissionais, técnicos de enfermagem, para os cuidados e segurança dos internados. Além disso, somente uma psicóloga é responsável pelo atendimento a 466 pacientes. Como ela pode dar conta de tanta demanda?”, questionou Jamily.
Denúncias
Há pelo menos quatro meses têm sido realizadas reuniões no CRP-16 e nos conselhos de Serviço Social e de Medicina, Fisioterapia e Nutrição para avaliar as denúncias de abandono, maus tratos e falta de segurança que afetam os pacientes da Clínica Santa Isabel.
E após a vistoria, a direção administrativa do hospital se manifestou dizendo que não há recursos suficientes para contratação de pessoal. Ela alega ainda que o repasse do SUS é muito pequeno para manutenção adequada da estrutura e para proporcionar um tratamento nos moldes da Reforma Psiquiátrica, prevista em lei há quase uma década no País.
Fórum
Para resolver a questão, o CRP-16 e os outros conselhos envolvidos estão formalizando um Fórum de Conselhos Profissionais Ligados à Saúde. “Nele serão discutidos os assuntos referentes aos serviços de saúde e o atendimento à população”, explicou a conselheira Jamily. Ela lembrou ainda que o grupo já produziu um relatório e o entregou ao MPES.
“Vamos também cobrar do governo estadual que ele assuma seu lugar de responsabilidade pela saúde do Estado, que reveja a questão da Santa Isabel”, acrescentou a conselheira. Jamily, porém, reconhece que há muito ainda a ser feito.
“Sabemos que essa é somente a ponta do iceberg da saúde mental em nosso País. Porque a Reforma Psiquiátrica começou a ser implantada e foram desfeitos os grandes hospitais que eram na verdade depósitos de gente”, analisou. Segundo ela, ainda não houve um política pública de saúde forte o bastante para que os serviços substitutivos possam garantir o atendimento de toda a população de usuários, evitando assim as internações como essas da Santa Isabel.
CRP-16 tem puxado os trabalhos
Para Jamily, a participação do CRP-16 está sendo muito bem aceita e tem sido condição para que os demais conselhos tenham a dimensão da subjetividade que deve ser parte do tratamento da loucura e do sofrimento psíquico, bem como para detectar a precariedade psíquica com a qual os pacientes são tratados na Clínica.
Além disso, o CRP-16 vem sediando as reuniões do grupo. E a novidade para o decorrer desse trabalho é a possível criação de um Convênio de Cooperação entre as entidades que realizaram a vistoria. O objetivo será trabalhar a questão da saúde mental e o dever do Estado em garantir esse direito ao usuário do SUS.
Clínica Santa Isabel
Localizada no bairro Amaral, em Cachoeiro de Itapemirim, no Sul do Estado, a Clínica Santa Isabel atende psicóticos e dependentes químicos pelo SUS. Ela é uma entidade, com fiz lucrativos, que presta serviço ao Sistema Único de Saúde nessa especialidade. É considerado um hospital de grande porte, com atualmente 466 internos. Além de possuir 17 leitos destinados à clientela particular que ficam separados do restante da clínica.

CRP-16 heads work to change the reality of SUS in the Clinic Santa Isabel, where there is only one psychologist working

The Regional Council of Psychology of the 16th Region / ES (CRP-16), together with the advice of Medicine, Nursing, Physiotherapy, Nutrition, and two prosecutors of the Holy Spirit (SMEs), conducted a survey in a psychiatric hospital in Vitoria, south of the state, in December 2009.
Several irregularities were found in the Nursing Home Santa Isabel, which receives pass from SUS to treat over 460 patients with severe mental disorders and substance abuse. The MEPs have already received a report of the complaints that point, among other health issues, to approaches that go against what he calls the Brazilian Psychiatric Reform.
According to the adviser to the CRP-16 Jamily Fehlberg, who has experience in the field of psychiatric hospitalization, and that accompanied the survey together with technical guidance and oversight of the Council, Martha Ferraz, the clinic has problems in its structure, human resources , not to mention the unhealthiness of the place. "We found poor structural conditions, an unhealthy environment and with meager standards of personal hygiene," he said. The counselor also showed the lack of professionals, especially psychology.
"In reality there are very few professional nursing staff for the care and safety of the hospital. Moreover, only one psychologist is responsible for serving the 466 patients. As it can account for as much demand, "he asked Jamily.
Reports There are at least four months have already held meetings in the CRP-16 and the boards of social services and medical, physiotherapy and nutrition to evaluate the allegations of abandonment, abuse and insecurity that affect patients of Clínica Santa Isabel.
And after the inspection, the administrative direction of the hospital is expressed by saying that not enough resources to hire staff. She also claims that the transfer of SUS is too small for proper maintenance of the structure and to provide treatment along the lines of the Psychiatric Reform, provided by law for almost a decade in Brazil
Forum To resolve the issue, the PRC-16 and the other councils involved are formalizing a Forum for Professional Advisors Tied to Health "Nele will discuss matters relating to health services and care to the population," said the counselor Jamily. She also noted that the group has produced a report and handed it to MEPs.
"We will also charge the state government that he take his place of responsibility for the health of the state to review the question of Santa Isabel," the counselor. Jamily, however, recognizes that much remains to be done.
"We know this is only the tip of the iceberg of mental health in our country because the psychiatric reform started being implemented and were disrupted major hospitals that were in fact deposits of people," he said. She said there was still a public health policy strong enough to substitute services can guarantee the fulfillment of the entire population of users, thereby avoiding hospitalization as those of Santa Isabel.
CRP-16 has pulled the work To Jamily, the involvement of CRP-16 is being very well accepted and has been provided so that other councils have the dimension of subjectivity that must be part of the treatment of madness and distress and to detect mental instability with which patients are treated in the Clinic.
In addition, the PRC-16 is hosting the meetings of the group. And new to the course of this work is the possible creation of a Cooperation Agreement between the entities that conducted the survey. The goal will be to work the issue of mental health and the duty of the state to guarantee this right to the User's SUS.
Clinica Santa Isabel Located in the neighborhood Amaral, in Vitoria, in the south of the state, Clínica Santa Isabel meets psychotics and drug addicts by the SUS. It is an entity, did profit, serving the National Health System in this specialty. It is considered a large hospital, with currently 466 inmates. Besides having 17 beds for the private clients who are separated from the rest of the clinic.