ZUZU FONTES

PLUS SIZE MODEL

terça-feira, 20 de setembro de 2011

Fórum de Debates Pró Organização Política e Sindical dos Trabalhadores em Atividades Psico Sociais


 O Fórum de Debates Pró Organização Política e Sindical dos Trabalhadores em Atividades Psicossociais, formado por psicólogos e assistentes sociais que atuam no Sistema de Garantia de Direitos, e que tem tido expressiva participação dos que atuam no Ministério Público, Fundação CASA, Defensoria Pública, Sistema Prisional e no Tribunal de Justiça, nasceu da necessidade destes trabalhadores(as) pensarem juntos em formas de enfrentamento dos graves problemas que encontram em seu cotidiano profissional, marcado pela precarização dos serviços que são oferecidos à população atendida, e pela necessidade de participação, da resistência e da rearticulação das lutas destes segmentos.
 
As questões que vêm sendo debatidas no Fórum dizem respeito ao cotidiano profissional de assistentes sociais e psicólogos, bem como à necessária articulação de forças para sua reversão.
 
São elas:
 

• Aviltamento dos salários e das condições de trabalho;
 
• Redução da Jornada de Trabalho – 30 horas;
 
•Planos de Cargos e Salários que já nasceu sem contemplar as reais necessidades de progressão na carreira;
 
• Avaliação de desempenho com caráter punitivo, sem oferecer capacitações e condições do desempenho do trabalho adequadas; profissional e das equipes;


•Necessidades de reconhecimento institucional da periculosidade, insalubridade, penosidade do trabalho de assistentes sociais e psicólogos;
 
• Quinquênio e sexta-parte para todos os servidores assistentes sociais e psicólogos do Estado de São Paulo;
 
• Precarização do trabalho por falta de reposição dos quadros (ausência de concursos);


• Grande quantidade de demandas X reduzida capacidade de atendimento;


• Assédio moral, sexual e de gênero, relação autoritária entre chefias e subordinados;


• Formas alienantes de imposição de demandas à equipe, que não tem condições de pensar o seu cotidiano profissional;
 
• Desrespeito aos profissionais psicossocial vilipendiando seu código de ética profissional.