ZUZU FONTES

PLUS SIZE MODEL

quinta-feira, 5 de junho de 2008

A MINHA MODA




Tempos atrás numa feijoada destas de carnaval no rio, conheci um pintor chamado Amauri. Nem sei se é com y. Mundo bola fora, o meu. Ele pintava o corpo das mulheres e acredito ser o pioneiro desta técnica no país. Uma coisa viável e interessante pensei na ocasião. carnavalesca, até!
Saio hoje de ursa? Hum... Pantera. Galinha. Pintada pra presente amanha, uau!
Hoje num mundo de sacolas descartáveis e dissolventes, tarda a roupa descartável. Confesso que estou doando somente esta semana roupas compradas há quase 30 anos atrás na Disney. Só pela recordação, nem usa há tempos. Pensei em fazer um quadro e imaginei o ridículo pendurado e emodulrado na minha sala de estar. O que leva uma pessoa a guardar uma roupa por 20 ou 30 anos?Numa moda efêmera. Jesus!
Futucando mais revisei o guarda roupas. Meias sem par, calças que não entram e o David Corperfield no espelho. Eu muito iludida achando que aquele conjuntinho de linho turquesa entrará novamente neste meu... espera
Ia dizer corpicho, mas tá mais para corpucho... não, gorpucho..

Como fiquei assim?Sou eu mesma?
Sim, sou eu, deplorável. Será que contaram pro meu ego ?
Quando trabalhava com moda, no shopping Rio Sul, no Rio aprendi que o espelho côncavo emagrece. Então, por isso, envergávamos levemente as extremidades superiores e inferiores, deixando , vamos dizer de uma forma confortável ao ego da cliente. Era 44 o manequim? Ali parecia 38 ou um 40. Lindíssimo, dizíamos em coro para a compradora. Algumas vezes estava bonito sim, todavia, nem sempre. Toda vendedora mente. Está no currículo do treinamento profissional; entretanto, na maioria das vezes, não estava belo; claro que estava ridículo!Mas, falavas-mos exatamente o que nossas comissões tinham que alcançar: o máximo.
Quero minha roupa descartável, acabo de resolver: higiênica e confortável, nada de emprestar pras amigas. Do Luxo ao lixo. Até o terninho, o habié ;meu biquíni. Biquíni não, sungão... Maiô, pronto! Ta bom...maiô.sem malas pra viajar, sem peso pra carregar.bagagem sem excesso.ai, que lindo. Toda mulher odeia carregar peso, e eu não sou exceção. Sou a regra decorada.
Sem amassar, sem opa!Rasgar, nem pensar, não digo roupa de papel, não!Penso eu um material lunático a base de carbono, algo assim.comprar moda completa. Ver Vogue, pra que?Ver, né ?
Seguir a risca o que a vendedora vende sem experimentar elasticidade máxima,conforto, praticidade, sem sudorese explicita.Máquina de lavar roupas?Pra que?
Sabão em pó, amaciante, ferro de passar... Ai que antiquado!
Espalhando minha naftalina e saches, sigo vestindo a roupa do rei .

nua...
E viva meu reino!