ZUZU FONTES

PLUS SIZE MODEL

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

S. Filho: pacientes de clínica para drogados apanham com pedaços de madeira




Um relatório da 4ª Inspeção Nacional de Direitos Humanos, realizada pelos conselhos regionais de psicologia com o apoio do Ministério Público e a Ordem dos Advogados do Brasil, denuncia que a Casa de Recuperação Valentes de Gideão, em Simões Filhos, na Região Metropolitana de Salvador, apresenta problemas graves, como espaços inadequados e até exorcismo para tratar crises de abstinência. “É assustador que o clamor por tratamento silencie até mesmo a voz de autoridades que já foram notificadas, quatro anos atrás, sobre o tratamento desumano. Não estou dizendo que todas as comunidades terapêutica têm esse padrão, mas assusta ver a Valentes de Gideão aberta”, destaca Marcus Vinícius de Oliveira, integrante da Rede Nacional Internúcleos da Luta Antimanicomial. Segundo matéria do jornal Correio Braziliense, neste tipo de unidade o paciente é obrigado ao cavar uma cova da dimensão do próprio corpo, escrever reiteradamente o Salmo 119 da Bíblia ou ser surrado com um pedaço de madeira em que está escrita a palavra gratidão. As denúncias contra 68 locais de internação serão levadas à ministra dos Direitos Humanos, Maria do Rosário.
CLIC NO TÍTULO E VEJA O LINK